top of page

Expositores da Tecnoshow Comigo apostam em bom momento do milho para oferecer soluções a produtores

Perspectiva de crescimento na produção e abertura de mercado do grão para a China animam expositores que oferecem produtos e tecnologias para o cultivo do milho segunda safra


A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou em seu último levantamento da safra de grãos que a expectativa para a safra de milho, em Goiás, deve crescer 29,2%, na safra 2022/2023 em comparação à anterior. Desta forma, a estimativa é que Goiás produza 12,6 milhões de toneladas do grão, sendo 10,9 milhões na segunda safra, atualmente em andamento. Em paralelo a isso, dados divulgados em fevereiro pelo Agrostat do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), apontam crescimento da exportação goiana de milho, em janeiro deste ano, chegando a 514,6 mil toneladas, totalizando 145,8 milhões de dólares.


De olho neste movimento, muitas empresas têm apostado nas vendas de maquinários, implementos, defensivos e outros insumos pensando na valorização dessa produção e aproveitam da realização de feiras, como a Tecnoshow Comigo, para alcançarem novos produtores rurais que investem no milho. Empresas como a Limagrain – LG Sementes, por exemplo, trazem para a feira o lançamento de cultivares específicos para os produtores da região. Durante a Tecnoshow, a empresa lança quatro híbridos de milho, sendo dois criados especialmente para a região Sudoeste de Goiás.


Em outros casos, o foco é nos insumos, a exemplo da UPL que traz para a feira seu portfólio voltado ao combate de pragas e doenças agrícolas, como a cigarrinha e a lagarta do milho, que tem causado prejuízos a produtores por todo o País. E a Ourofino Agrociência, especializada em fungicidas para as culturas da soja e milho, que lança na feira um herbicida para dessecação pré-plantio, com uma molécula inédita no território brasileiro, que permite, segundo a empresa, o controle das principais espécies de plantas daninhas, inclusive capim-pé-de-galinha, capim-amargoso, buva, caruru, picão-preto e várias outras.


A própria Embrapa aproveita a realização da Tecnoshow Comigo para apresentar seus resultados de pesquisa com o milho. As pesquisas que estão sendo disponibilizadas na feira comprovam, segundo a instituição, que as sementes de milho inoculadas com a bactéria Azospirillum brasilense (estirpes Ab-V5 e Ab-V6) têm possibilitado a redução média de 25% da adubação nitrogenada de cobertura, considerando a dose de 90 quilos (kg) por hectare de nitrogênio. A tecnologia de inoculação do milho com a bactéria Azospirillum brasilense permite ainda um incremento médio de 3,1% na produtividade de grãos.


Em outros casos, empresas de máquinas apostam na cultura, como a Industrial KF, que traz como destaque plataforma e semeadoras de milho, entre outras máquinas como destaque para a Tecnoshow. E, ainda, a Planti Center, que traz entre os destaques plataformas de milho, incluindo o lançamento da plantadeira autotransportável com caixa central de sementes.


Cenário

Além de trazer novidades em produtos e tecnologias, a Tecnoshow Comigo também traz uma palestra em sua programação focada nos principais indicadores que afetam os mercados de soja, milho e câmbio. Consultor sênior em Gerenciamento de Riscos, Etore Baroni, apresenta a palestra ‘Fundamentos de grãos e câmbio – cenário de preços para soja e milho em 2023’, na quinta-feira, dia 30 de março, às 9 horas, no auditório 1 do Centro Tecnológico COMIGO (CTC).


“Vamos explorar os fundamentos dos mercados de soja, milho e câmbio, com foco no cenário de preços para 2023. Para isso, vou discutir os principais indicadores macroeconômicos que podem afetar esses mercados, além de fazer uma retrospectiva de 2022. A partir dessa análise, vou apresentar diferentes cenários e estratégias que os produtores, traders e demais agentes do setor podem adotar para se prepararem para as possíveis variações nos preços e nas condições de mercado. Dar cada vez mais informações e bagagem para o produtor poder ter todas as informações para a melhor tomada de decisão”, apresenta. De acordo com ele, o tema é extremamente importante para o setor agrícola e para a economia como um todo, por causa da relevância da soja e do milho para o Brasil e o mundo.


 

Sobre a Tecnoshow Comigo

Com a proposta de auxiliar o produtor rural, a COMIGO iniciou, em 2002, o trabalho de geração e difusão de tecnologias agropecuárias, em Rio Verde, numa área que hoje ultrapassa 170 hectares (área total do CTC). Neste local, a cooperativa promove experiências tecnológicas o ano todo, em parceria com diversas instituições de pesquisa, de ensino e outras empresas, e realiza a Tecnoshow. A diversidade é uma marca registrada do evento. São máquinas e equipamentos agropecuários, plots agrícolas, animais das mais variadas espécies, palestras técnicas e econômicas, ações socioambientais e dinâmicas de pecuária, entre outros produtos e serviços. Trata-se de uma extensa vitrine de tecnologias para o homem do campo, seja pequeno, médio ou grande produtor.


FICHA TÉCNICA

TECNOSHOW COMIGO 2023 – 20 anos

Data: 27 a 31 de março de 2023 (segunda a sexta-feira)

Local: Centro Tecnológico COMIGO (CTC) - Rio Verde – GO (Rodovia GO 174 S/N área rural de Rio Verde)

Horário: 8 às 18 horas

Entrada gratuita

Site: www.tecnoshowcomigo.com.br

Instagram: @tecnoshowcomigo

Facebook: @tecnoshowcomigo


INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Assessoria de Comunicação da COMIGO

Weuller Freitas – (64) 3611-1522 / 99627-9897

Pedro Cabral – (64) 3611-1335 / 99264-3739

Samir Machado – (64) 3611-1647 / 99941-2288


Voltz Comunicação – Assessoria de imprensa da TECNOSHOW COMIGO

Ana Manuela Arantes – (62) 98142-6323 – anamanuela@voltzcomunicacao.com.br

Fernando Dantas – (62) 99227-2631 – fernando@voltzcomunicacao.com.br

Renan Rigo – (62) 98522-6645 – renan@voltzcomunicacao.com.br


65 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page