top of page
  • sitetecnoshowcomig

Desafios da sobrevivência das empresas familiares no Brasil é tema de palestra na Tecnoshow

Irmãos Nishimura, da empresa Jacto, contam história de como fizeram a sucessão da empresa, que tem atualmente a terceira geração na gestão dos negócios





Os irmãos Alessandra e Fabio Nishimura lotaram o auditório 1 da 20ª Tecnoshow Comigo na tarde desta quinta-feira (30), em Rio Verde, para falarem dos desafios da sobrevivência das empresas familiares no Brasil. Eles são da terceira geração da empresa Jacto e conversaram de maneira descontraída com os visitantes para contar como fizeram para chegar onde estão hoje, tocando os negócios da família que foram iniciados pelo avô deles, ainda na década de 40.


Dados da Pesquisa de Empresas Familiares no Brasil, realizada pela PwC Brasil, mostram que as empresas familiares representam 80% das companhias existentes e são responsáveis por 50% do PIB nacional. Mas estudos mostram que apenas 12% desses negócios sobrevivem após a terceira geração familiar assumir a gestão. Este estudo define como fundamental que as empresas realizem planejamento sucessório para sua continuidade.


A Jacto tem 75 anos de história e presença nos cinco continentes. O Grupo Jacto é composto por 6 empresas que atuam nos segmentos agrícola, fundição, tecnologias de aplicação de polímeros, transporte e logística, movimentação e armazenagem, equipamentos para limpeza e médico-hospitalar. Para que a terceira geração assumisse a gestão, os irmãos contaram a história, desde a fundação, até os dias atuais. Fabio resume que não foi fácil, mas que tem dado certo por causa do planejamento que começou na década passada.


Ele brincou dizendo que toda família é igual, só muda de endereço. “Nossa família é como todas as outras, tem problema, tem doença, tem tudo. Mas tem também muita gente que se ama e que quer fazer a família e a empresa dar certo.”


Alessandra destacou que, antes de falar em sucessão familiar, é preciso falar sobre preparação. “Precisamos fazer algumas reflexões para entender o que se quer em certo período de tempo. Aí traçamos os planos e precisamos colocá-los em prática. Se ela não for planejada, ela não vai acontecer.” No caso da Jacto, a meta é alcançar os 100 anos. “Com nossa meta traçada, já estamos trabalhando para que isso aconteça.”


Entre as reflexões listadas por Alessandra Nishimura está que as famílias precisam discutir como querem chegar no objetivo, com quem e que tipo de legado querem deixar. “Mas todos os membros da família precisam participar. No nosso caso, queremos ser uma empresa forte, com famílias fortes.” Dos sete filhos do fundador da Jacto, cinco são sócios das empresas atualmente. Além disso, eles mantêm programa para que as famílias dos quatro mil colaboradores também possam se fortalecer. “Nós valorizamos aqueles que dedicam suas vidas para construir a nossa história”, disse Alessandra.


Alessandra e Fabio concordam que é necessário que se tenha equilíbrio entre gerações e os jovens precisam ouvir os mais velhos. Todos precisam discutir juntos os acordos que são firmados e é preciso priorizar a paz nos ambientes. No caso da família Nishimura, existe um código assinado por todos que lista a forma com que todos desejam ser tratados e no caso de descumprimento, existe a obrigatoriedade de retratação.


A família começou a preparação das futuras gerações em 2002. Nessa época foi criado um conselho da terceira geração para pensar em como seria a transição. “É preciso preparar as gerações que vão assumir, mas as famílias precisam fazer parte do processo, assim como as pessoas que estão saindo. Todos precisam estar intimamente envolvidos no processo. A comunicação é o sucesso para qualquer família e não seria diferente para as empresas familiares”, ressalta Fabio Nishimura.








 

Sobre a Tecnoshow Comigo

Com a proposta de auxiliar o produtor rural, a COMIGO iniciou, em 2002, o trabalho de geração e difusão de tecnologias agropecuárias, em Rio Verde, numa área que hoje ultrapassa 170 hectares (área total do CTC). Neste local, a cooperativa promove experiências tecnológicas o ano todo, em parceria com diversas instituições de pesquisa, de ensino e outras empresas, e realiza a Tecnoshow. A diversidade é uma marca registrada do evento. São máquinas e equipamentos agropecuários, plots agrícolas, animais das mais variadas espécies, palestras técnicas e econômicas, ações socioambientais e dinâmicas de pecuária, entre outros produtos e serviços. Trata-se de uma extensa vitrine de tecnologias para o homem do campo, seja pequeno, médio ou grande produtor.


FICHA TÉCNICA

TECNOSHOW COMIGO 2023 – 20 anos

Data: 27 a 31 de março de 2023 (segunda a sexta-feira)

Local: Centro Tecnológico COMIGO (CTC) - Rio Verde – GO (Rodovia GO 174 S/N área rural de Rio Verde)

Horário: 8 às 18 horas

Entrada gratuita

Site: www.tecnoshowcomigo.com.br

Instagram: @tecnoshowcomigo

Twitter: @tecnoshowcomigo


INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Assessoria de Comunicação da COMIGO

Weuller Freitas – (64) 3611-1522 / 99627-9897

Pedro Cabral – (64) 3611-1335 / 99264-3739

Samir Machado – (64) 3611-1647 / 99941-2288


Voltz Comunicação – Assessoria de imprensa da TECNOSHOW COMIGO

Ana Manuela Arantes – (62) 98142-6323 – anamanuela@voltzcomunicacao.com.br

Fernando Dantas – (62) 99227-2631 – fernando@voltzcomunicacao.com.br

Renan Rigo – (62) 98522-6645 – renan@voltzcomunicacao.com.br


58 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page