top of page
  • sitetecnoshowcomig

Embrapa apresenta feijão com qualidade de grão superior na Tecnoshow Comigo


A BRS FC415 é uma cultivar de feijão carioca, com destaque para escurecimento lento e qualidade industrial e culinária dos grãos que apresentam integridade quando cozidos e consistência de caldo. Essas são algumas das características mais atrativas do novo material que será mostrado na Tecnoshow Comigo, evento a ser realizado entre 27 e 31 de março de 2023, em Rio Verde (GO). Desenvolvida pela Embrapa Arroz e Feijão (Santo Antônio de Goiás/GO), a cultivar tem ampla adaptação às diferentes regiões produtoras e alto potencial produtivo (3.915 kg/ha esperados).


De arquitetura semiereta, ideal para colheita mecanizada, a BRS FC415 é de ciclo normal (85 a 94 dias, da emergência à maturação fisiológica); possui ainda resistência moderada à murcha de Fusário, viabilizando a adoção em áreas antigas de cultivo. A expectativa é que esse material possa contribuir para reduzir o uso de defensivos agrícolas e, consequentemente, o impacto no meio ambiente e na saúde humana, favorecendo o aumento da sustentabilidade na produção agrícola.


As pesquisas que originaram a BRS FC415 tiveram início em 2004, na Fazenda Capivara, sede da Embrapa Arroz e Feijão. Até 2009, o processo de desenvolvimento foi realizado em campos experimentais em Goiás e outros no Núcleo Regional em Ponta Grossa (PR), alternando-se, também, as épocas de semeadura: seca, inverno e nas águas, até a obtenção de uma linhagem ideal. A partir dessa etapa, iniciaram-se os experimentos com repetições em múltiplos locais, sobre os caracteres de importância agronômica, comercial e nutricional. Em 2011, a linhagem foi avaliada no “experimento preliminar do grupo carioca”, em seis ambientes, nos Estados de Goiás, Paraná, Sergipe e Minas Gerais. Em 2013, no experimento intermediário, estendeu-se para em onze áreas, inserindo o Estado da Bahia e o Distrito Federal. As análises de desempenho se ampliaram para 20 ambientes e, nos anos de 2016/17, já com obtenção de sementes suficientes para o preparo dos ensaios de valor de cultivo e uso (VCU), ocorreu a avaliação em 86 experimentos.


Produtividade de grãos e potencial produtivo

Desses campos onde se realizaram os VCUs, 62 foram colhidos e atingiram os padrões de qualidade experimental necessários, considerados no processo de registro de cultivares quanto aos dados de produtividade. Os experimentos foram conduzidos nas regiões de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul, nas épocas das águas e da seca; em Goiás, Mato Grosso, Espírito Santo, Minas Gerais, Bahia e Distrito Federal, nas águas, seca e de inverno; e em Sergipe, Alagoas e Pernambuco, na época das águas. Na média geral dessas avaliações, a linhagem que, posteriormente, seria registrada como BRS FC415, produziu 2.310 kg/ha, superior às testemunhas que também possuíam escurecimento lento dos grãos. Na região Centro-Sul, a cultivar atingiu nível produtivo ainda maior, 2.682 kg ha. Nas regiões Central e Nordeste, as produtividades foram semelhantes às demais.

Contatos para Imprensa

Henrique de Oliveira (MTb/GO 1.960) e Rodrigo Peixoto (MTb/GO 1.077)

arroz-e-feijao@embrapa.br / (62) 3533-2108

www.embrapa.br/tecnoshow

87 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page