top of page
  • sitetecnoshowcomig

Cooperativismo deve se aproximar de públicos mais jovens, afirma Dado Schneider

Durante palestra na Tecnoshow COMIGO, professor afirmou que são os jovens que irão explicar o cooperativismo para o resto da sociedade



Resultado da colaboração entre indivíduos, o cooperativismo possui papel fundamental para o desempenho e desenvolvimento do agronegócio brasileiro. No entanto, a frente de trabalho precisa se comunicar de forma assertiva com jovens, como destacou o professor e doutor em comunicação pela PUC do Rio Grande do Sul, Dado Schneider, durante palestra na Tecnoshow COMIGO. 


Segundo Schneider, é de suma importância que se faça uma crítica ao cooperativismo de dentro para fora, uma vez que ele pode ser definido, atualmente, como um sistema baseado em intramuros.


“Isso quer dizer que quem está dentro do cooperativismo sabe o que é uma cooperativa, os valores, as vantagens, os diferenciais, mas o resto a sociedade não. Ou seja, talvez os problemas de entendimento sobre essa prática ocorram porque ela não se vende direito para a sociedade”, explicou.


Ainda para o profissional, quando uma indústria vai mal ou quebra, a situação é sobre ela em si, mas quando uma cooperativa passa pela mesma situação, o cooperativismo como um todo fica em xeque na visão da sociedade. Por isso, é preciso explicá-lo, principalmente ao público mais jovem.


“Para as novas gerações, cooperar faz parte da agenda. É algo natural. São eles que mais influenciam as decisões de compra, por isso é importante que o cooperativismo se aproxime. São os jovens que irão explicar ele para o resto da sociedade”, afirmou.

54 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page