Foto
11 abr

Para economista, produtores rurais terão que avaliar riscos nos mercados de soja e milho em 2019

Economista André Pessôa afirmou, durante palestra na 18ª Tecnoshow Comigo, que ano será marcado por incertezas no mercado financeiro

 

O ano de 2019 ainda será marcado por incertezas. É o que afirma o engenheiro agrônomo e economista agrícola André Pessôa, que traçou o cenário de perspectivas para as culturas de soja e milho 2018/2019, em palestra ministrada na 18ª Tecnoshow Comigo, em Rio Verde. De acordo com ele, os produtores rurais deverão avaliar os riscos do mercado financeiro e interpretar o panorama internacional. Isso porque estimativa de queda no volume de exportações da soja, ameaça de aumento de tributação para o agronegócio, perda de competitividade em função dos preços fixados pela tabela de fretes, além das incertezas do mercado financeiro são fatores nada favoráveis ao bolso dos agricultores. “O custo de produção tem subido nos últimos anos. É lógico que uma parte disso é por aumento do investimento em tecnologias para buscar altas produtividade, mas isso acaba ampliando um pouco o risco que está sempre associado à questão climática. Outra preocupação é como vai ser a oferta de crédito para a compra de insumos neste ano”, opina.

 

Lei Kandir           

De acordo com o palestrante, soma-se a tudo isso a possibilidade de maior carga tributária sobre o setor, caso seja aprovado o fim da Lei Kandir pelo Congresso Nacional, o que poderia resultar na elevação de custos de cerca de R$ 40 bilhões ao setor agropecuário. Atualmente, a legislação isenta da cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) produtos primários destinados à exportação. “A discussão da Lei Kandir, que vai transcorrer todo esse ano, é um problema que a gente precisa resolver até a próxima safra, sob pena de termos mais tributação”, contesta.

 

Tabela de fretes              

Pessôa ainda avalia a perda de competitividade das exportações brasileiras em decorrência da fixação da tabela de fretes, medida tomada pelo governo de Michel Temer após a paralisação dos caminhoneiros em 2018, que durou nove dias. Ele é contra a intervenção do estado para regular o mercado e confessa esperar que o Supremo Tribunal Federal (STF) declare a medida inconstitucional, porque os preços da tabela não estão alinhados aos custos de produção dos produtores rurais. A votação ocorrerá em maio. “É uma medida gravíssima, desnecessária. O mercado que deveria regular isso, e não o estado.  A tabela que a gente tem hoje traz preços muito acima do que o mercado tá praticando e que inviabilizaria algumas atividades de exportações, como é o caso do milho”, analisa.

 

O cenário desenhado por Pessôa auxilia os produtores rurais na tomada de decisões da safra que ainda precisa ser comercializada e no planejamento para a próxima.  “É um ano com muitas incertezas do lado do mercado, num momento em que se discute a aprovação ou não das reformas no Congresso, que refletem sobre o mercado de câmbio e commodities”, complementa.

 

Oportunidade

Nem tudo está perdido. Se por um lado, as exportações de soja para a China são afetadas por causa da peste suína africana, por outro, vislumbra-se uma oportunidade de maior exportação de carne suína e de frango pelo Brasil para o país asiático. “Por um lado preocupa muito, porque é um grande comprador de soja do Brasil e essa doença tá afetando a demanda por farelo de soja, mas, por outro lado, vai favorecer as exportações brasileiras de carnes especialmente de frango e suína”, pontua. 

 

Sobre a Tecnoshow Comigo

Há 18 anos nasceu o conceito da feira de tecnologia rural, que logo passou a ser um referencial em todo o Centro-Oeste. A cada edição, a feira, hoje denominada Tecnoshow Comigo, não só apresenta experiências tecnológicas realizadas por diversas instituições de pesquisa, de ensino e outras empresas que auxiliam o produtor rural, mas reúne expositores de grandes segmentos do setor agropecuário, em uma área montada em 60 hectares com completa infraestrutura. Mais informações em www.tecnoshowcomigo.com.br.

 

FICHA TÉCNICA

18ª TECNOSHOW COMIGO

Data: 08 a 12 de abril de 2019 (segunda a sexta-feira)

Local: Centro Tecnológico COMIGO (CTC) - Rio Verde – GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural)

Horário: 8 às 18 horas

Serviço: Geração e Difusão de Tecnologias Agropecuárias, Exposição de Máquinas e Equipamentos, Palestras, Exposição de Animais e Dinâmicas de Pecuária.

Site: www.tecnoshowcomigo.com.br | Twitter e Instagram: @tecnoshowcomigo

 

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Assessoria de Comunicação da COMIGO

Wêuller Freitas – (64) 3611-1522 / 99627-9897

Bruno Kamogawa – (64) 3611-1690 / 99282-2213

Samir Machado – (64) 3611-1647 / 99941-2288

 

Voltz Comunicação – Assessoria de imprensa da TECNOSHOW COMIGO

E-mail: tecnoshowcomigo@gmail.com ou imprensa@tecnoshowcomigo.com.br

Renan Rigo – (62) 98522-6645

Gabriela Louredo - (62) 99396-9342

Lucas Rafael – (62) 98209-5018

Thalita Braga – (61) 99672-8157

Fernando Dantas – (62) 99227-2631


Compartilhe:

Google +