Foto
12 abr

Investimento intensivo em pecuária é defendido em palestra na Tecnoshow Comigo

Especialista instiga participantes a repensarem a rentabilidade da pecuária e o investimento nessa área

 

O engenheiro agrônomo e produtor rural Moacyr Corsi é referência quando o assunto é pastagens e intensificação da atividade pecuária. Este motivo o trouxe a Tecnoshow Comigo 2019, na manhã desta sexta-feira, dia 12 de abril, para debater a importância da pastagem na alimentação animal e reforçar as possibilidades que a pecuária traz ao agronegócio.

 

A proposta da palestra foi instigar o produtor a pensar: “Como fazer a pecuária ser tão lucrativa quanto a agricultura?” e “porque a pecuária não é tão lucrativa quanto a agricultura?”. Para o engenheiro agrônomo, é possível haver equilíbrio entre as atividades, se ambas forem pensadas de forma sustentável.

 

A principal defesa de Corsi em relação ao tema é quanto à necessidade urgente do retorno econômico no uso do solo em vários níveis, a qual reforça que só se tornará comum com a implementação da integração da atividade produtiva. Ele destaca que, hoje, a desvantagem da pecuária em relação à agricultura é o fato de a agricultura poder ser mensurável, onde o produtor consegue ter acesso aos dados de produção de forma detalhada. Já na pecuária nem tanto. Entretanto, ele esclarece que este fato vem mudando, uma vez que sistemas de gestão da pecuária surgem a cada dia com inúmeras facilidades disponíveis ao agropecuarista.

 

“A pecuária tem condições de proporcionar rentabilidade igual ou melhor que a agricultura, se receber níveis tecnológicos semelhantes”, diz o agrônomo. Com essa fala, ele reforça a necessidade de investimento técnico também no ambiente pecuário.

 

Segundo Corsi, que também é produtor rural, o resultado vem com a intensificação dos processos e no investimento na qualificação da mão de obra. “Quem determina o tamanho do lote e a área de serviço é o pecuarista, já a equipe técnica é quem define o local através de estudos”, diz.

 

Estes estudos são relacionados à qualidade do pasto, estudo de acesso a localidade, facilidade de logística e à pesquisa detalhada sobre a prática de manejo rotacionado. O especialista ainda defende a cautela nos processos produtivos. “A maior dificuldade é fazer o produtor começar com pouco. A média deve variar entre 6 e 10% da propriedade”. O aconselhamento vem para garantir segurança ao pecuarista no gerenciamento dos processos.

 

Sobre a Tecnoshow Comigo

Há 18 anos nasceu o conceito da feira de tecnologia rural, que logo passou a ser um referencial em todo o Centro-Oeste. A cada edição, a feira, hoje denominada Tecnoshow Comigo, não só apresenta experiências tecnológicas realizadas por diversas instituições de pesquisa, de ensino e outras empresas que auxiliam o produtor rural, mas reúne expositores de grandes segmentos do setor agropecuário, em uma área montada em 60 hectares com completa infraestrutura. Mais informações em www.tecnoshowcomigo.com.br.

 

FICHA TÉCNICA

18ª TECNOSHOW COMIGO

Data: 08 a 12 de abril de 2019 (segunda a sexta-feira)

Local: Centro Tecnológico COMIGO (CTC) - Rio Verde – GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural)

Horário: 8 às 18 horas

Serviço: Geração e Difusão de Tecnologias Agropecuárias, Exposição de Máquinas e Equipamentos, Palestras, Exposição de Animais e Dinâmicas de Pecuária.

Site: www.tecnoshowcomigo.com.br | Twitter e Instagram: @tecnoshowcomigo

 

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Assessoria de Comunicação da COMIGO

Wêuller Freitas – (64) 3611-1522 / 99627-9897

Bruno Kamogawa – (64) 3611-1690 / 99282-2213

Samir Machado – (64) 3611-1647 / 99941-2288

 

Voltz Comunicação – Assessoria de imprensa da TECNOSHOW COMIGO

E-mail: tecnoshowcomigo@gmail.com ou imprensa@tecnoshowcomigo.com.br

Renan Rigo – (62) 98522-6645

Gabriela Louredo - (62) 99396-9342

Lucas Rafael – (62) 98209-5018

Thalita Braga – (61) 99672-8157

Fernando Dantas – (62) 99227-2631


Compartilhe:

Google +