Foto
13 fev

Tecnoshow Comigo 2020 será realizada de 30 de março a 3 de abril, em Rio Verde

Maior feira de tecnologia rural do Centro-Oeste e uma das duas maiores do setor no País, a Tecnoshow Comigo 2020 será realizada de 30 de março a 3 de abril, em Rio Verde (GO), com expectativa de tentar superar a movimentação financeira do ano anterior de R$ 3,4 bilhões - recorde de 2019 entre as feiras de difusão de tecnologia rural no País. Para isso, a Cooperativa COMIGO, organizadora, traz para este ano uma extensa programação, além de investimentos na infraestrutura da feira: aumento da área total, que agora contará com 65 hectares (ela era de 60 hectares) contendo

VER NOTÍCIA
Foto
07 fev

Tecnoshow foi tema de reunião em Goiânia

Integrantes do governo estadual, prefeitura de Rio Verde e COMIGO se reuniram em Goiânia, ontem, 6, para alinhar a participação das duas esferas de governo na Tecnoshow Comigo de 2020. Durante a feira, desde o ano passado, Rio Verde se torna a capital simbólica do Estado (Lei nº 20.425/19, de autoria do presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, Lissauer Vieira). Com isso, o governador, chefes de poderes e secretários despacham diretamente do estande instalado no evento. Além disso, a demonstração (projeto) de como será o estande compartilhado pelos governos estadual e

VER NOTÍCIA
Foto
26 jun

Com clima favorável, safra do maracujá no DF deve crescer 20%

Além da escassez de chuva, técnicas de plantio e polinização garantem melhor produtividade. Uma safra de sucesso pode ser explicada pela soma de vários fatores. É o caso da cultura do maracujá no Distrito Federal. O clima ideal, aliado às técnicas específicas de cultivo fizeram com que a produção aumente 20% neste ano. “Como as chuvas estão com intensidade menor, a folhagem do maracujá está com menos doença. Isso é bastante benéfico para o produtor”, disse Geraldo Magela, técnico da Emater-DF. Além do clima, técnicas como a proximidade maior de pés no plantio,

VER NOTÍCIA
Foto
19 jun

Frete da soja esteve até 27% mais barato que há um ano, diz consultoria

Tabelamento do frete, comercialização mais lenta do grão e queda do preço do diesel justificam a baixa no valor do serviço Normalmente em épocas de colheita da soja o preço do frete dispara no país, influenciado justamente pela demanda aquecida por transporte. Entretanto, na última safra, os valores praticados foram até 27% menores na comparação com a mesma época do ano passado, segundo levantamento da consultoria Safras&Mercado. A nova tabela do frete e a queda no preço do diesel são algumas das razões apontadas. Praticamente todas as rotas pesquisadas pela consultoria

VER NOTÍCIA