Foto
30 mar

Tecnologias voltadas para máquinas, implementos e insumos

Inovações objetivam resolver maiores desafios enfrentados pelos produtores nas últimas safrasPensada, principalmente, para os produtores que já se renderam à tecnologia e veem na inovação o caminho mais certo para melhorar a gestão, aumentar a produtividade e ganhar em competitividade, a 16ª edição da TECNOSHOW COMIGO apresenta, entre os dias 3 e 7 de abril, ferramentas voltadas para maquinário, implementos e insumos – tudo para ajudar os produtores a resolverem problemas antigos que assombram as propriedades no início das safras.  Esse ano, a feira terá dois tipos de

VER NOTÍCIA
Foto
30 mar

Em palestra na TECNOSHOW COMIGO, Roberto Rodrigues fala

Consultor alerta para a necessidade de uma mudança de paradigma e da abertura de uma agenda de discussõesContrariando a máxima de que em time que está ganhando não se meche, o consultor Roberto Rodrigues tem, na teoria, a receita para que o agronegócio suba ainda mais um patamar – mesmo que ele já seja hoje uma das principais forças motrizes que empurram o Brasil para frente. Segundo Roberto ainda há muito o que se fazer, “o que falta é um planejamento que leve em conta pontos cruciais para o setor agropecuário, como infraestrutura, alianças internacionais com acordos

VER NOTÍCIA
Foto
30 mar

Com previsões preocupantes para 2017, pecuária de corte

Lygia Pimentel apresenta panorama do setor e destaca a importância de um produtor preparadoMesmo diante do barulho causado pela operação Carne Fraca, encabeçada pela Polícia Federal (PF), a consultora Lygia Pimentel chega à Rio Verde, na próxima quinta-feira (6), com o objetivo de alertar os produtores de carne sobre o quão maior é a fase ruim pela qual a atividade passa. A médica veterinária, que ministra palestra na próxima quinta-feira (6) durante a 17ª edição da TECNOSHOW COMIGO, afirma que 2017 será um ano difícil devido, principalmente, ao desempenho ruim das

VER NOTÍCIA
Foto
30 mar

Produção, consumo e comercialização de grãos compõem

Consultor Flávio França Júnior ministra palestra e comenta dinâmica do mercadoTendo em vista o pico da taxa cambial registrado no final de 2015 e início de 2016, pode-se dizer que foi ela quem segurou, nos últimos dois anos e meio, o preço da soja e do milho. Porém, com a chegada de 2017 e a queda do câmbio, a expectativa é de que o mercado se sustente via consumo – o que torna urgente a disponibilização de informações que prepare o produtor para a etapa da comercialização. Sendo assim, as variáveis que determinam o preço dos grãos, nacional e internacionalmente, não

VER NOTÍCIA